Dicas para Fotografar os dias de Inverno

Este post é dedicado para aqueles que mesmo com um frio de arrepiar os cabelos não largam a Máquina fotográfica.

Até porque, mesmo com um frio de rachar, são conseguidas imagens de cortar a respiração! Para os amantes de fotografia, compilamos um conjunto de dicas para as fotografias capturadas no inverno.

Mantenha as baterias quentes

A primeira coisa que provavelmente notará é que baterias não têm menos energia em temperaturas frias do que em temperaturas quente. Para tirar o máximo proveito das baterias, certifique-se de que elas estão totalmente carregadas antes de sair. Além disso, leve baterias de backup. Mantenha as baterias num bolso próximas ao corpo pois o calor que irá gerar ajudará a mantê-las relativamente quentes.

 

Proteja o equipamento

Tome precauções com o próprio equipamento. O piso da neve é sempre muito irregular, e basta um pequeno percalço para deixar cair a máquina e acontecer um acidente! Aconselhamos a comprar uma proteção externa para a máquina de forma a dar maior resistência e estabilidade na captura das fotos. Esta proteção poderá ser essencial para que a máquina não se molhe, ou parta. Consideramos que é um investimento a ter em conta para quem tanto gosta de tirar fotos no inverno.

Atenção à exposição

A neve brilhante tende a enganar a máquina fazendo com que se pense que a cena é muito mais clara e brilhante do que realmente é. É nesse preciso momento que deve tomar controlo e fazer os devidos ajustes. Muitas vezes julgamos que a imagem está clara o suficiente, no entanto, a neve sendo branca e bastante brilhante pode induzir em erro o leitor do ponto médio da exposição. Aconselhamos a verificar as zonas mais escuras e ajustar a exposição com uma compensação ou alterar o ponto de medição.

Luvas Quentinhas

Ficar com os dedos congelados não parece boa ideia, até porque iria dificultar, e muito, a captura da imagem! O nosso conselho: Usar uma luvas bem quentes e com aderência! Certifique-se de levar juntamente com o seu kit fotográfico um bom par de luvas. Quando temos de ajustar velocidades, ISO, diafragmas, enquadramento, etc. em temperaturas negativas ficamos com dificuldades em movimentar as mãos, demorando ainda mais na captura da imagem! Para conseguir um fluxo de trabalho mais dinâmico o melhor será optar por umas luvas quentes mas finas o suficiente para permitir que possa trabalhar com os botões rapidamente.

Deixe o equipamento adaptar-se à temperatura

As mudanças repentinas de temperatura podem ser difíceis para a máquina fotográfica principalmente para o sensor. Espere que o equipamento se adapte à temperatura ambiente para conseguir tirar o melhor proveito do desempenho da mesma. O fundamental é deixar que a máquina se ambiente à temperatura ou ajustar a exposição da máquina ao meio ambiente. Caso o sensor da máquina fique embaciado, não entre em pânico, é uma reacção natural à diferença de temperatura, basta retirar a lente e voltar a colocar, na maioria dos casos é difícil acontecer mas fica aqui a dica!

Nada melhor do que ver as fotos deste inverno impressas num espectacular quadro em alumínio. Uma obra de arte totalmente futurista e irreverente.  Este material é caracterizado pela sua peculiaridade de transformar o que está a branco na superfície metálica, ficando assim com um efeito metalizado. É sem dúvida um material que confere um toque artístico, moderno e muito criativo para os mais inovadores e que gostam de arriscar.

Outra solução também bastante interessante são as telas desde 16.90€ no nosso site com entrega gratuita em loja.

A melhor Foto de Natal

Depois de semanas de compras, embrulhos, decoração e preparativos para o Natal, o grande dia está quase a chegar. Com a árvore de Natal totalmente decorada, presentes coloridos ao redor, e toda a família num só lugar, o Dia de Natal oferece a oportunidade perfeita para tirar belas fotografias, que sempre irá estimar.

Aqui estão algumas dicas simples para ajudá-lo a tirar fotos verdadeiramente espetaculares no dia 25 e além. Porque quanto mais rápido conseguir tirar as fotos de Natal mais depressa poderá apreciar os momentos em família

 

Capture a árvore de Natal, toda alegre e brilhante!

Se passou muito tempo a decorar a sua árvore, certamente sente-se orgulhosa das suas habilidades de decoração de árvores e quer registá-lo. Luzes, decoração, a estrela no topo, tudo! Até porque de ano para ano há sempre algo de diferente que vamos adicionando. Uma dica que poderá usar para a decoração da sua árvore de natal é imprimir algumas fotos, fazer um furo no centro e pendurar as fotos na sua árvore de natal com uma fita acetinada vermelha. Estas fotos serão fantásticas sempre que, ao fazer os preparativos desse ano vir as fotos dos anos anteriores e poder comparar o crescimento dos filhos. Melhor ainda é fotografar a sua árvore de Natal com as suas fotos lá impressas. Para isso precisará escolher a velocidade de obturação correta.

Uma velocidade de obturação mais lenta permitirá que você capture as luzes brilhantes de Natal que parecem adoráveis. Quanto mais lenta for a velocidade do obturador, mais tempo o obturador permanece aberto, então mais movimento é capturado e mais luz deixa entrar – como demonstra a sequência de fotos abaixo.

 

Para uma foto perfeita da sua árvore onde as luzes realmente se destacam, escolha uma velocidade de obturação inferior ou mais lenta.

Uma mão firme é outra dica essencial quando tirar uma foto da árvore toda acesa, então, certifique-se de usar um tripé ou colocar a câmara numa superfície plana.

 

 

Brinque com as luzes de Natal

As luzes cintilantes fazem do Natal o momento perfeito para testar a técnica Bokeh. Bokeh é um termo muito utilizado na fotografia referente às áreas fora de foco e distorcidas. Este efeito permite criar uma área de destaque que se distingue do fundo ou dos elementos em segundo plano. Ao criar este tipo de desfoque (propositado) como se trata de um desfoque muito forte são criadas pequenas circunferências /elementos circulares ou até mesmo formas distorcidas. Esta técnica é um efeito muito interessante e que irá certamente diferenciar as suas fotos. Além disso é muito fácil de se conseguir pois consegue-se através do desfoque da lente e da distância a que estamos do nosso objeto. Mesmo com um smartphone é possível criar este efeito que é tão natalício.

 

Tire uma foto em família enquanto estão todos juntos

O Natal pode ser uma das poucas vezes em que toda a família está unida, por isso é a hipótese perfeita para tirar uma foto de família. Ative a função do temporizador ou um obturador remoto para poder participar na foto. O que vai dar mesmo jeito é um tripé ou um selfie stick.

 

Tire fotos descontraídas

Se tiver algumas crianças tímidas (e adultos também!) que não gostam muito de tirar fotos e fogem à primeira oportunidade pode ser complicado conseguir uma boa fotografia em família. A nossa solução é tentar captar momentos e expressões mais descontraídas e espontâneas. Desta forma irá conseguir fotos mais naturais e informais.

Espere que as crianças estejam ocupadas com os seus brinquedos novos ou que os seus familiares estejam entretidos com os típicos jogos de natal e verá que ficarão demasiado entusiasmados e divertidos para notar a presença da camara. Essa é a altura perfeita para tirar as fotos mais genuínas e engraçadas.  Outro truque que poderá utilizar e para evitar que falhe um momento crucial opte por tirar fotos em modo de disparo contínuo. Esta opção fará com que clique no botão e instantaneamente sejam tiradas várias fotos num só segundo! O melhor é que também pode optar por esta configuração no seu smartphone.  Na maioria dos modelos, simplesmente mantém pressionado o botão do obturador para ativá-lo.

 

Depois de conseguir um bom conjunto de imagens poderá imprimir as suas fotos ou transformá-las num magnífico Álbum de Natal. Outra ideia que também poderá optar é decorar a sua casa com uma tela fineart em grande formato para que possa relembrar sempre bons momentos em família.

 

Fotografa o melhor do teu festival!

Como conseguir uma boa foto do teu concerto preferido?

Tirar uma foto num concerto é uma das imagens mais difíceis de obter. Ambientes mais escuros com luzes baixas, holofotes coloridos em todas as direções e músicos que estão em constante movimento no palco .

São vários os fatores que precisam ser considerados no momento da captura. Queres enfrentar o desafio? Segue os nossos conselhos e irás perceber que não é tão complicado como parece tirar boas fotos de concertos.

1 – Controlar a Luz

 

Conseguir aquela foto perfeita de um concerto nem sempre parece fácil. A fraca iluminação e um ambiente iluminado ao acaso por focos intensos podem complicar a busca da foto perfeita.

Então, ajusta a configuração ISO da tua câmara para pelo menos 800 ou mais, caso seja possível. Ao aumentar a sensibilidade vamos conseguir uma foto mais clara. Tenta testar as capacidades da tua camera antes de fazer a captura.

Se és iniciante no mundo da fotografia, ajusta a câmara para a configuração ISO automático para que a máquina ajuste automaticamente a sensibilidade.

Aquela derradeira pergunta: devo usar um flash? A resposta é não! Isto porque o flash afeta o acabamento, ou seja, a tua foto parece branca no primeiro plano e escura em segundo plano. Além disso, o flash geralmente é proibido em concertos.

2 – Conseguir um balanço de brancos correto

Os palcos dos concertos combinam luzes baixas com uma miríade de holofotes coloridos. Isso pode causar problemas para conseguir cores nítidas  nas fotos do concerto.

Se possível, mantém o balanço de brancos  automático.

Caso contrário, ajusta o balanço de brancos manualmente, particularmente para evitar tons vermelhos que desfavorecem os rostos dos músicos.

3 – Controlar o movimento

Capturar uma imagem sem esta ficar desfocada é um grande desafio quando se trata de fotografia de concertos. Aqui está o nosso conselho para evitar fotos desfocadas, ou arrastadas:

Usa o modo de prioridade à velocidade (Speed) da tua câmara: com uma velocidade de obturação maior, irás evitar o desfoque causado pelos movimentos do (s) músico (s) no palco.

Define o autofoco para o modo contínuo (AF-C ou AI SERVO dependendo da marca). Esta configuração permite que o foco automático encontre o alvo, mesmo que o assunto se mova (basta pressionar o botão do obturador até a metade).

Usa o modo de disparo sequência para garantir que consigas capturar os melhores momentos.

4 – Aperfeiçoar o enquadramento

Tal como acontece com todos os tipos de fotografia, deverás ter em atenção ao enquadramento. Para isso deverás aplicar a regra dos terços, fulcral para a tua foto ficar excelente. Durante um concerto, uma série de “assuntos” ocupam o palco e precisam ser levados em conta: microfones, cantores, músicos e luzes brilhantes.

Não tenhas medo de colocar deliberadamente um elemento intrusivo no primeiro plano da imagem (um suporte de microfone, por exemplo). Um ângulo pensado fora da caixa pode torná-lo interessante.

Quanto à melhor posição, vai diretamente para a linha da frente se quiseres tirar retratos do artista: os ângulos contra-picados dão uma sensação dinâmica e imersiva às tuas fotos. Por outro lado, as fotos tiradas da parte de trás da sala de concertos permitem que captures melhor o ambiente do concerto.

Outra técnica para fotos de concertos bem sucedidas é brincar com a iluminação traseira, com o brilho dos holofotes em segundo plano e o artista em primeiro plano.

5 – Fotografar em RAW

Dado que as condições de iluminação não são as melhores, é aconselhável tirar as fotos em formato RAW e não JPEG, especialmente se quiseres fazer ajustes posteriormente.

De facto, a edição de imagens é praticamente essencial para corrigir todos os elementos mencionados acima (balanço de branco, recorte, etc.).

O formato RAW oferece mais margem de manobra durante o tratamento das fotos.

Ficaste desapontado com a foto final ou o balanço de branco estava incorreto? Tudo o que precisas fazer é alterar as configurações no software de edição de fotos (Camera raw, Affinity photo, Gimp ou Lightroom) .

Agora já estás bem preparado para tirar fotos de concertos excepcionais. E nada melhor do que imprimir aquela foto do teu artista preferido num magnifico poster extra grande ou numa caneca para aproveitar os frutos do teu trabalho.