Dicas para fotografar flores

A Primavera é sinónimo de Flores. O tempo mais ameno já nos convida a sair de casa, os primeiros raios de sol já nos dão outra disposição. As cores desta estação proporcionam-nos fotografias diferentes, com outro encanto.

Flores
Fotografia de Gabriel Garcia Marengo

Gosta de Fotografar flores? Nós também, e por isso aqui ficam algumas dicas para conseguir aquela fotografia tão especial!

 

1. Modo Manual/ Macro

Ao fotografar em modo manual vai permitir ajustar a abertura e velocidade em relação àquilo que procura na fotografia. O ideal para fotografar flores é ser com uma grande abertura de diafragma, 1.4 ou 2.8, o que irá permitir uma maior entrada de luz e um efeito de desfoque maior dos planos que estão atrás, evidenciando os detalhes daquilo que está focado.

Diafragma
Diferentes aberturas do diafragma

 

Nas máquinas fotográficas compactas este modo tem o símbolo da flor. Está indicado para “close-ups” e fotografias de primeiro plano. Ou seja, permite-nos aproximar mais do objecto fotografado mantendo o ponto de foco.

2. A Altura do Dia

De manhã a luz é naturalmente mais suave e produz menos sombras do que durante o meio do dia. O vento é menor, o que facilita a não oscilação  da flor e permite-nos conseguir uma melhor nitidez. Pela manhã temos também a vantagem de conseguir captar o orvalho nas pétalas das flores, o que torna a fotografia muito interessante. O final do dia também é uma boa altura, até porque o pôr-do-sol dá um tom muito particular à fotografia.

Flores
Fotografia de Michael Podger
Flores
Fotografia de Axel Antas

3 –  Use a Profundidade de campo

A profundidade de campo significa que só uma determinada parte da fotografia estará devidamente focada. O objectivo é dar um destaque a uma determinado detalhe da fotografia, em detrimento do seu todo, tirando todos os elementos distractivos do fundo e concentrando a atenção na flor em si. A abertura da máquina deve estar baixa. O ISO também deve ser reduzido para evitar grão na fotografia.

4. Pormenores

Quando pensamos em flores, lembramo-nos logo também dos pequenos animais que as rodeiam, como as abelhas. São pormenores que podem dar vida às nossas fotografias, e preenche-las com um elemento diferenciador dos demais. O resultado é sempre muito bonito! Outra dica é procurar nos locais mais inóspitos, pois as flores têm a beleza de conseguir nascer e crescer nos sítios menos óbvios.

Flores
Fotografia de George Hiles
Flores
Fotografia de Dominique Knoben
Flores
Fotografia de Andy Wang

5. Ângulos diferentes

Na fotografia, o importante além dos conhecimentos técnicos é também a auto-descoberta. Seja uma máquina profissional, seja compacta, tem de conhecer bem o equipamento que tem e tudo o que pode fazer com ele. E experimente! Tente todos os ângulos possíveis e imaginários, porque nem sempre encontramos a fotografia que pretendemos a fotografar da forma mais óbvia. O ângulo com que fotografamos é a base do resultado final e da perspectiva com que olhamos para a fotografia tirada.

Flores
Perspectiva tirada debaixo da flor para cima. Fotografia de Raquel Justino
Flores
Fotografia de Aaron Burden – Nesta perspectiva o fotógrafo colocou-se por trás da flor.

 

Por isso já sabe, aproveite que o bom tempo está a chegar, e que o sol quentinho já nos convida a grandes passeios. É preciso alguma paciência para conseguir a fotografia perfeita (e por vezes, até algum contorcionismo!), mas também é certo que é uma experiência tranquilizadora, quase que funciona como anti-stress! As flores transmitem-nos toda a sua beleza, e toda a paz da sua quietude!

Flores
Fotografia de Daria Nepreakhina

E quem sabe, nas suas experiências, não vai conseguir tirar fotografias que vão merecer destaque na decoração lá de casa, ou com as quais pode, por exemplo, fazer um álbum dedicado ás flores que fotografa!

O importante é que nunca deixe de fotografar. De arriscar. De ver as coisas de mil e uma maneiras diferentes. Mas acima de tudo o importante é que nunca deixe de recordar bons momentos!

 

Fotografar na Neve | Algumas considerações

Fotografar na neve é um desafio tentador. Para quem gosta do frio do Inverno não é necessário justificar porque é tão divertido fotografar na neve, no entanto, se as temperaturas baixas o incomodam – e a vantagem de não ter de acordar assim tão cedo para fotografar durante o amanhecer não é motivo mais do que suficiente para ficar feliz – saiba que o resultado compensa.

fotografar na neve

Os dias frios que se têm feito sentir por todo país cobriram os pontos mais altos de Portugal de neve. Para os amantes da fotografia esta é uma oportunidade única de fotografar na neve, para os iniciantes é uma excelente forma de experimentar os primeiros disparos.

Cuidados a ter

O fotógrafo deve estar preparado física e psicologicamente para fotografar na neve. A roupa, calçado e protecção UV têm um grande papel no conforto e saúde.
A câmara deve ser mantida sempre à temperatura ambiente para evitar condensação e como em temperaturas baixas as baterias têm tendência a descarregar mais rapidamente, o fotógrafo deve preservar uma bateria de reserva num sítio quente.

Configurações

Quando fotografar na neve irá aperceber-se que a neve é muito reflectora o que pode confundir as definições da câmara fotográfica. Para evitar este problema pode tentar ajustar as definições da sua câmara para “neve” ou “praia” no caso de disponibilizar estas opções, caso contrário, o que deve fazer é ajustar a exposição da câmara aumentando a sua intensidade (em +1 por exemplo) o que significa que a imagem receberá mais luz quando for capturada.. É importante não esquecer o balanço de brancos quando configurar a câmara fotográfica ao fotografar na neve.

Melhorar o Resultado

– Para dar mais magia a fotografar na neve e melhorar o resultado final das suas imagens, experimente fotografar alguns close up/ detalhes da neve.
– Subir a pontos mais altos permite fotografar a paisagem que se torna mais interessante coberta de branco.
– Fotografar o reflexo da neve em poças de água ou rios dá sempre um óptimo resultado.
– Preto e branco transformam qualquer imagem em narrativas mais dramáticas, fotografar na neve com estas tonalidades é maravilhoso.
– No caso de fotografar a cores escolha as horas da golden hour para adicionar um tom mais quente e misterioso às suas fotografias de Inverno.

fotografar na neve

Imprima as suas fotografias de Inverno a uma qualidade digna do esforço e da dedicação para que as possa colocar em locais onde recorde diariamente os seus feitos fotográficos. As nossas sugestões são os quadros em acrílico ou posters.
Recorde bons momentos 🙂

 

Fotografar comida | Algumas Dicas

Fotografar comida é sem dúvida um hobby delicioso e são cada vez mais os blogs e redes sociais que se enchem de fotografias apetitosas! Há algumas dicas que podemos partilhar consigo se está a pensar começar a partilhar os seus cozinhados no Facebook ou no Instagram. 🙂

1 – Luz apropriada

A iluminação dita se uma fotografia fica ou não agradável. Ao fotografar comida a luz natural é uma grande aliada, no entanto, é um desafio uma vez que durante o dia tem de trabalhar e é complicado parar para tirar uma fotografia da sua refeição. A dica é esmerar-se nos almoços ao fim de semana para ter tempo de aproveitar a luz perfeita ao fotografar comida! Para isso abra as janelas e deixe entrar o máximo de luz possível. O ideal é mesmo colocar o prato de frente para uma janela! No caso da sua agenda não permitir fotografar comida durante o dia então pense em investir em algum equipamento de iluminação, aconselhe-se numa loja Fotosport sobre o equipamento a utilizar.

2 – Organização

A ideia é que o prato seja o mais clean possível. Experimente primeiro decidir que cores e estilo quer para a imagem. Nesta altura do ano em que está frio e chuva, se calhar pode utilizar uma imagem mais escura e decidir a cor dos talheres e dos pratos mediante a estação do ano! Evite distracções para além do prato em si para dar a ideia de organização, por muito desorganizada que esteja a cozinha depois de cozinhar! Retire tudo o que tem na mesa, por exemplo, e experimente fotografar comida no prato, em cima de um individual, com os talheres e um copo. Pode juntar um outro adereço como uma flor, mas mantenha a imagem simples.

3 – Guarnição

O prato até pode ser um bife com batatas fritas, mas mais guarnição faz toda a diferença, é como adicionar alguns efeitos! Pode optar por outra coisa que não verduras, claro que alguma salada dá um aspecto mais saudável e apetitoso ao prato, mas com outros ingredientes pode fazer magia ao fotografar comida. A utilidade da guarnição vai para além de seduzir. Por exemplo, se usar canela numa receita pode não ser perceptível, no entanto se colocar dois paus de canela no prato já sugere a sua utilização!

4 – Invista em cenários

Para fotografar comida não tem de mandar fazer obras na sua cozinha, não. No entanto pode melhorar o cenário das suas imagens apenas com cartolina. Imagine que não tem uma toalha de mesa assim muito bonita, ou que o azulejo da cozinha não é o fundo mais apropriado, coloca uma cartolina de cor debaixo do prato e atrás do prato! Fácil!

5 – Um nível acima

Cada prato tem o seu ângulo, é o que acontece com as pessoas. Algumas ficam melhor fotografadas de perfil, outras de frente. No entanto, ao fotografar comida fica sempre bem se fotografar de cima. Experimente fazer o que muita gente considera uma maluqueira, suba para cima de uma cadeira ou mesmo para cima da mesa para conseguir fotografar a refeição inteira!

6 – Se fotografar comida, edite

Neste caso editar não é batota, vai só tornar uma coisa apetecível um bocadinho melhor! Aumentar o contraste e a saturação são duas formas excelentes de dar mais destaque à sua refeição, experimente!

Assim que reunir imagens realmente deliciosas dos pratos maravilhosos que acreditamos que consegue elaborar, porque não criar um foto livro com todas as fotografias que tirou como um verdadeiro livro de culinária? 🙂

Dia dos Namorados: 6 formas de celebrar

Se no Dia dos Namorados se estiver sem ideias para surpreender a sua cara metade, sabemos 6 das melhores coisas que pode fazer! Para a maioria das pessoas o Dia dos Namorados é um dia muito especial, por isso se quer que o dia 14 de Fevereiro deste ano seja fenomenal, guie-se por estes 6 pontos chave.

#6 Um jantar especial

Faça uma reserva num sítio muito especial e avise a sua cara metade que terá de se vestir a rigor. O Dia dos Namorados é um dia importante e merece uma comemoração à altura. Vestir-se bem faz a ocasião ter uma importância extra, por isso, depois de um dia de muito namoro nada melhor do que uma noite de gala.

#5 Um caminho de pétalas

A antecipação faz parte da diversão quando falamos de uma surpresa romântica. Se neste Dia dos Namorados está a pensar preparar um jantar romântico ou uma noite de cinema em casa, porque não um rasto de pétalas de rosa desde a porta de entrada até à mesa da sala? O Dia dos Namorados é um daqueles dias do ano em que não precisa de ter medo de exagerar no romantismo!

#4 Uma actividade engraçada

Uma boa forma de aproveitar o Dia dos Namorados, uma vez que este ano é celebrado a um domingo, é a fazer desporto. Um parque de diversões é uma ideia fantástica para passar este dia de forma romântica e divertida. No entanto, pode optar por fazer jogging no parque da cidade! O importante é divertir-se com a sua companhia!

#3 Fazer uma massagem

O ano começou há sensivelmente 1 mês e certamente que já deve ter algum stress acumulado assim como a sua cara metade. Há algo de muito romântico e relaxante numa massagem a dois e o que não faltam são spas com esta opção. Experimente.

#2 Escapadinha romântica

Se tem tempo, dinheiro e liberdade, estique o Dia dos Namorados para um fim de semana romântico e aproveite para fazer uma viagem. Se conhece bem a sua cara metade, arrisque e planeie tudo em segredo. Se não estiver seguro/a, escolha 3 opções e planeie o fim de semana em conjunto.

#1 Encene o primeiro encontro

Este deve ter sido o momento em que fez o maior esforço para mostrar o seu lado romântico, porque não recuar no tempo e recordar todo esse charme? Neste Dia dos Namorados faça uma reserva no primeiro restaurante onde jantaram, peça o mesmo prato e fale sobre o primeiro encontro.
dia dos namorados sugestões

 

Qualquer que seja a sua opção para este Dia dos Namorados será seguramente uma boa escolha. Todas as sugestões que lhe indicamos resultam em momentos românticos e de partilha que gostará certamente de recordar mais tarde. Por essa razão, tire muitas fotografias e crie pelo menos uma recordação deste dia que possa ter sempre à mão. Entre um Foto-Livro Personalizado e um Álbum Elegance a Fotosport oferece-lhe opções de qualidade e adequadas a todas as bolsa. Quem sabe este não se transforma num presente perfeito para outra data romântica que esteja prestes a celebrar? 🙂

 

Fotografar os Preparativos de Natal: 4 Dicas

Conheça as nossas dicas para fotografar os Preparativos de Natal de forma simples e fácil. As luzes e os efeites de Natal, são temas que vai sempre encontrar em praticamente todas as fotografias Natalícias. Saiba aqui como tornar as suas especiais!

dicas para fotografar os preparativos de natal
exemplo de uma fotografia com efeito bokeh

Luz

A melhor forma de reforçar a intensidade ao fotografar os preparativos de Natal é utilizar a luz natural quando os fotografa. Coloque os preparativos o mais junto de uma janela possível para que não seja necessário utilizar o flash. Quando está a fotografar os preparativos de Natal no interior, ajuste a abertura da câmara fotográfica. A abertura deve ser maior do que quando fotografa no exterior.

Brilhos

Todos queremos conseguir fotografar os brilhos característicos das luzes de Natal: oferecem uma magia especial quando estamos a fotografar os preparativos de Natal. Para isso encontre um tripé e prepare-se para colocar a câmara com o temporizador, assim previne qualquer toque que possa arruinar a sua fotografia. Para que consiga captar o brilho das luzes deve ter uma abertura invulgarmente grande (f/16), o ISO reduzido (cerca de 400) e a velocidade do obturador deve ser lenta (2,5 segundos).

Detalhes

Quando está a fotografar os preparativos de Natal, escolha o detalhe certo para incluir na imagem. Não tenha medo de aproximar e colocar zoom na fotografia. Vai conseguir uma fotografia mais simples e direta: quantos menos elementos mais fácil a sua leitura!

Efeito Bokeh

Fotografar propositadamente desfocado é uma das coisas mágicas que pode fazer neste Natal! Para conseguir este efeito, deve  manter o objeto que quer fotografar bastante iluminado e afastá-lo do fundo. Utilize uma abertura de pelo menos 2.8 e vá praticando!

dicas para fotografar os preparativos de natal
Exemplo de um detalhe de preparativos de Natal

Agora que conhece alguns segredos para Fotografar os Preparativos de Natal, aventure-se a experimentar as nossas 4 dicas! Quando conseguir imagens excelentes comece a pensar no que poderá fazer com as suas obras de arte! Um puzzle com a imagem mais natalícia, um cartão de boas festas com a fotografia mais acolhedora ou uma caneca temática para que se lembre desta quadra todo o ano!

O importante é que Recorde Bons Momentos! 🙂