A Importância das Memórias

Quantos de nós já não encontrámos, em casa dos pais ou dos avós, caixas cheias de fotografias antigas? E slides, ou negativos?

Quantos de nós já não passámos serões a ouvir histórias do passado através dessas fotografias? São memórias, são recordações que fazem parte daquilo que somos. São o caminho que percorremos. E que adoramos sempre rever.

Já imaginou se por algum motivo perde estas recordações? É como se todo o seu passado se apagasse. São memórias que já não estarão sempre ali à mão para serem vistas e partilhadas.

E é por isso que para nós as suas memórias são tão importantes! É por isso que deve sempre preservá-las ao máximo, pois esses momentos não voltam a repetir-se. Como diz a canção: recordar é viver. E nós somos muito mais felizes ao recordar bons momentos. Esse é o nosso lema. E por isso garantimos a preservação das suas memórias.

Ao trazer as suas fotos até nós, damos-lhe a possibilidade de as preservar ou até mesmo de as recuperar.

Através da digitalização passamos as suas fotografias, slides ou negativos, para formato digital, podendo depois aplicá-las nas mais variadas formas: gravá-las num DVD; imprimi-las para oferecer aos seus entes queridos – oferecer recordações de bons momentos são sempre presentes com sucesso garantido – ou até mesmo construir um álbum digital com elas ( esta é, aliás, uma das melhores formas de preservar as suas fotografias, dada a durabilidade e resistência do produto).

Mas vamos mais além e também o ajudamos a recuperar aquela fotografia especial que achava que já não tinha salvação. Muitas vezes temos lá por casa fotografias danificadas pela humidade, com manchas, coladas ao vidro da moldura, com a cor alterada pelo passar do tempo…um sem número de factores que lhes tiram a beleza que outrora tiveram. Na maior parte dos casos temos solução para esse problema e conseguimos dar uma nova vida às suas fotografias, tratando a imagem digitalmente.

Vê o exemplo que te mostramos, do antes e depois, de um trabalho de retoque elaborado na nossa Fotosport Fonte Nova:

A Fotosport tem ao seu dispor packs  para digitalização em grande quantidade, para que assim possa de uma forma mais económica guardar as suas memórias de uma forma mais prática e segura.

 

 

 

 

 

 

Fotografar ao pôr-do-sol

Todos nós já tentámos fotografar o pôr-do-sol e conseguir capturar os tons de laranja, vermelho, rosa e azul que dele resultam, mas nem sempre conseguimos o resultado que esperávamos. Ou sai demasiado claro, ou demasiado escuro, ou as cores não ficam tão vivas. O pôr-do-sol é dos temas mais fotografados pelo mundo inteiro, a fotografia cliché, mas nem todos conseguem captar a beleza deste momento de maneira justa.

Aqui encontrarás algumas dicas para capturar o pôr-do-sol perfeito!

Não saias de casa em cima da hora

Aconselhamos a que saias de casa cedo, uma hora antes de o sol se pôr é o ideal. Isto porque durante o pôr-do-sol, a luz muda relativamente rápido e não sabemos ao certo quando é que a luz estará mais bonita e quando é que o céu ficará com as cores mais vivas: geralmente, é mais perto do anoitecer. Tira várias fotografias com os diferentes tipos de luz e espera até não haver sol, assim terás a certeza de que captaste o momento certo.

Pôr-do-sol

Procura o local ideal

Despende algum tempo a escolher o melhor local para captares o pôr-do-sol. Não basta ter só céu, existem muitos elementos nas paisagens envolventes que podes usar para que a tua imagem seja original. Procura silhuetas e reflexos e vai experimentando vários ângulos e enquadramentos. A praia ou um ponto alto da cidade são duas opções que deves considerar. O reflexo do sol e as cores do céu na água dão imagens espectaculares, assim como as silhuetas de pessoas, montanhas e prédios vão fazer com que a tua fotografia ganhe vida.

A técnica é importante

Se fotografares em modo automático, certifica-te que a medição da luz seja feita ao centro para que a tua máquina possa calcular a velocidade e a abertura necessárias para fotografar o pôr-do-sol com as cores e luz mais aproximadas da realidade.

Para obteres resultados mais satisfatórios aconselhamos a que te aventures a fotografar em modo manual, assim irás obter cores mais bonitas e luz mais precisa.

Configura o balanço de brancos da tua câmara fazendo alguns testes para veres em que modo resultam melhor as cores.
Se deixares o balanço de brancos em modo automático poderá resultar, mas como estamos a lidar com cores fortes e vivas, em modo automático a tua câmara pode fazer alterações às cores reais por isso aconselhamos-te a experimentares outros modos, como por exemplo o modo luz do dia ou o modo sombra.

Pôr-do-sol

Usa um tripé para estabilizar a tua câmara fotográfica, assim poderás fotografar em velocidades de disparo mais baixas o que te permite baixar o valor do ISO e assim a imagem fica com menos grão. Irá permitir-te também uma maior abertura do diafragma alcançando assim um maior campo de foco.

Pôr-do-sol

Para que o sol e o céu não fiquem demasiado claros e esbranquiçados, e para que as cores tenham mais ênfase, muitas das vezes, terás de escurecer a fotografia intencionalmente. Poderás fazê-lo aumentando a velocidade de disparo ou fechando mais a abertura do diafragma.

Pôr-do-sol

Nestas situações vais ter pouca luz, por isso, o melhor é focares manualmente. Em foco automático a tua câmara pode ter dificuldade em encontrar um ponto de focagem.

Pôr-do-sol

Atenção! Não deves expor nem apontar directamente a tua máquina fotográfica para o sol durante muito tempo porque poderá danificar o sensor.

Vai experimentando e alterando as configurações até conseguires o resultado que esperas!

Pôr-do-sol

Temos a certeza que vais conseguir imagens incríveis e ideais para decorares as paredes de tua casa 🙂

 

 

A importância de imprimir as suas fotografias

Ao imprimir as suas fotografias consegue preservar as memórias no tempo. Através da fotografia conseguimos voltar aos sítios, aos momentos em que fomos felizes. Têm o dom de nos conseguir arrancar um sorriso, uma lágrima de saudade. E ao mesmo tempo são um reflexo do que fomos. E do que somos. Muitas das vezes são a única forma de “conhecermos” familiares com os quais já não tivemos oportunidade de conviver.

A importancia de imprimir fotografias

É uma porta aberta para o mundo. Não se esgota. E como tal não deve ficar apenas guardada em computadores, telemóveis de ultima geração, ou espalhadas pelas várias pens ou cartões de memória.

Merecem ser vistas, e revistas. Merecem ser oferecidas aos que mais gostamos. Merecem ser partilhadas com amigos e familiares. Merecem aquele lugar de destaque na parede lá de casa. E aquele álbum, que as guardará religiosamente, e onde iremos sempre que a saudade bater à porta.

A importancia de imprimir fotografias

Quando a tecnologia também falha

Quem não se lembra das velhinhas disquetes? Quem nasceu nos anos 90 ainda conviveu com elas. Aquilo que hoje opera uma revolução na tecnologia amanhã já está fora de moda. Daqui a uns anos já mal ouviremos falar dos cds/dvds que tanto jeito nos dão agora. O facto é que tendemos a guardar todas as nossas recordações espalhadas (e muitas vezes perdidas!) por várias pens, cartões de memória, pastas no computador. Na maior parte das vezes nem sequer nos lembramos já onde está aquela fotografia tão especial, em que ficámos tão bem e que nos apetecia tanto imprimir!

Sem esquecer que a qualquer momento, sem nenhum aviso, todas estas tecnologias são tanto úteis quanto falíveis. E se o nosso disco externo se estraga, ou se perdemos a pen que guardava toda a nossa vida em fotos lá dentro, raras são as ocasiões em que conseguimos recuperar o seu conteúdo.

Faz de si um melhor fotógrafo

Ao imprimir as nossas fotografias, especialmente em formatos maiores, temos a percepção de certos detalhes que muitas das vezes nos passam despercebidos no ecrã do computador, ou do telemóvel. Ao ver as fotografias impressas dá-nos a oportunidade de saber o que correu mais ou menos bem naquela fotografia e poder aprender com os erros, dando a possibilidade de melhorar e de os corrigir em próximas experiências, quer a nível de captura da foto quer a nível de edição.

 

A importancia de imprimir fotografias

Registos para as gerações futuras

Quantas vezes já folheamos álbuns antigos em casa dos nossos avós? Quantas vezes já ouvimos histórias que a nossa mãe nos contou através de uma fotografia? Quantas vezes já contámos aos nossos filhos histórias dos seus avós ou bisavós, através de uma fotografia?

A importancia de imprimir fotografias

As fotografias impressas em papel e colocadas em álbuns, tornam-se quase como que uma herança para as gerações futuras. Uma herança cheia de boas recordações, de momentos, de emoções, que certamente vão arrancar-nos grandes sorrisos sempre que os virmos.

Quantos de nós conhecemos os nossos bisavós ou trisavós apenas através daquela fotografia tão antiga, que está na parede da casa dos nossos pais?

A importancia de imprimir fotografias

E quantos de nós já passamos óptimos momentos ao mostrar os nossos álbuns, das nossas férias, ou das nossas ocasiões especiais, em jantares com os nossos amigos. São sempre momentos muito divertidos, de partilha de boas experiências, que não tem o mesmo valor se for mostrado no ecrã do computador.

Imprimir fotografias não é “um bicho de sete-cabeças”!

Se acha que sim, é porque ainda não nos conhece!

Hoje em dia, imprimir fotografias é fácil e rápido! Pode imprimir no nosso kiosk kodak, no qual tem inúmeras opções de impressão das suas fotografias.

Sabia que pode transformar os seus melhores momentos em convites, postais de felicitações ou montagens com várias fotos?

O Kiosk Kodak lê vários tipos de cartões de memória e também pens, e imprime em vários tamanhos. Pode ainda enviar as suas fotografias para o kiosk através do bluetooth, ou no caso de ser um iphone ou android atráves da aplicação Kodak Moments. Pode também utilizar a nossa aplicação Print Shop e mandar o seu pedido através de casa directamente para o nosso email.

 

Kiosk Kodak

Dar valor às suas fotografias

As melhores recordações que temos merecem um lugar de destaque na nossa casa. Ao imprimir estamos a atribuir-lhe um valor, estamos a materializar aqueles momentos especiais, que ficarão ao nosso alcance para que os possamos ver e rever sempre que quisermos.

A importancia de imprimir fotografias

E porque não optar também por ter uma máquina estilo polaroid? Para aqueles momentos mais especiais, a vantagem é que ao tirar a fotografia fica logo com ela impressa. Uma recordação instantânea para mais tarde recordar.

 

Construir um álbum; imprimir em tela, ou nos vários materiais de decoração que temos; fazer uma ampliação e colocar numa moldura….temos vária soluções para que possa dar ás suas fotografias o seu devido valor. Para que não fiquem esquecidas no passado.

O Importante acima de tudo é que fotografe. Fotografe muito. E que se divirta a fazê-lo também. E que ganhe a nostalgia de poder rever todos esses momentos felizes as vezes que quiser. Seja de que forma for.

A importancia de imprimir fotografias

Acima de tudo, não queremos que deixe as suas fotografias para trás. Queremos que possa sempre recordar bons momentos!

Fotografar as Estrelas

Com certeza que já viste imagens lindíssimas de céus estrelados magníficos, como se fossem de outro mundo… nós queremos dar-te algumas dicas e mostrar-te que é possível fotografar as estrelas e captar imagens assim.
Com o verão chega o céu limpo, sem nuvens chatas, e as noites quentes e estreladas.
Com paciência e criatividade vais obter resultados brilhantes!Estrelas

Onde?

Precisas de encontrar um local com pouca ou nenhuma poluição luminosa, isto é, sem postes de iluminação, luzes dos carros e das janelas dos prédios.
Escolhe zonas pouco urbanas, um campo aberto ou locais altos, montanhas ou serras de preferência.
Quanto mais escuro for o local escolhido para fotografar, melhores resultados irás obter!
Não te limites apenas ao céu em si, apesar de fugires da confusão da cidade para conseguires fotografar as estrelas, procura objectos para estarem em primeiro plano, como por exemplo árvores ou rochas, isto vai fazer com a tua imagem fique ainda mais interessante.Estrelas

Quando?

Consulta a previsão do tempo para saberes se vai estar céu nublado, pois caso o céu tenha muitas nuvens não vais conseguir captar a luz das estrelas.
A aconselhamos também a fotografares em noites em que a lua está menos brilhante. A fase de Lua Nova é a ideal, isto porque a luz que a lua reflecte ofusca a luz das estrelas.Estrelas

Como?

Vais precisar de um tripé e de uma câmara fotográfica com modo manual que te permita fazer ajustes de ISO, exposição, abertura e foco.

Para conseguires captar a luz das estrelas terás de fazer uma longa exposição onde a velocidade de disparo é muito baixa, daí o uso do tripé ser muito importante para que a imagem fique bem focada.

Uma longa exposição é quando o sensor passa mais do que um segundo exposto à luz , ou seja, quando o obturador fica mais tempo aberto permitindo mais entrada de luz. O obturador é o mecanismo que abre e fecha em fracções de segundo, permitindo a entrada de luz na câmara e a exposição do sensor à luz.Estrelas

Se tiveres controlo remoto de disparo melhor ainda, se não, podes colocar em modo de disparo com temporizador de 2 ou 10 segundos, isto porque ao carregares no botão de disparo com a mão podes mover a câmara e a fotografia pode ficar desfocada.

Nesta situação a iluminação é pouca ou mesmo nenhuma, e irás ter alguma dificuldade em focar a imagem com o foco automático da câmara, por isso, aconselhamos-te a iluminares primeiro o local que queres fotografar com uma lanterna para poderes fazer o enquadramento e focar manualmente.

O olho humano não consegue captar o brilho das estrelas como as imagens de longa exposição, por isso vai fazendo testes e mudando a posição da câmara fotográfica para veres o melhor local e enquadramento e assim conseguires a imagem perfeita.

Usa a abertura máxima que a tua lente permitir e o ISO também com valores elevados. O tempo de exposição deve ser longo. Quanto mais longo, mais tua câmara vai conseguir captar as estrelas com o brilho menos intenso (as que estão mais distantes). Começa os testes com 30 segundos de exposição e vai alterando conforme o resultado.

Ao usares um tempo de exposição muito longo começas a registar o movimento de rotação da terra, fazendo com que as estrelas façam riscos no céu, a este efeito chama-se star trail (rasto das estrelas). Se for este o efeito pretendido óptimo, se não terás de reduzir o tempo de exposição.Estrelas Estrelas

Este tipo de fotografia requer paciência e alguns testes até conseguires o resultado esperado, por isso não desesperes! A prática vai levar-te à perfeição 🙂

Não te esqueças de partilhar connosco as tuas melhores imagens na nossa página de facebook!

Boas fotografias!

Festivais de Verão

Muito antes de Maio, o mês que inaugura o início dos principais Festivais de Verão, já os cartazes são anunciados e esperados por todos. Música rima com fotografia? Nós sabemos que não, mas é uma ótima dupla! E a Fotosport nunca passa ao lado dos grandes acontecimentos.

Fotografia de Hugo Lima - Festivais de Verão
Fotografia de Hugo Lima para NOS Primavera Sound

Entre os groupies, os fanáticos, os hipsters, os que vão pelo ambiente, os que gostam realmente da música e tantos outros, os cartazes dos Festivais de Verão são aguardados impacientemente de Norte a Sul para saber se vale ou não a pena programar uns dias de descontração.

A nossa escolha este Verão

Prestamos especial atenção ao NOS PRIMAVERA SOUND que nos brinda com um dos melhores cartazes para 2016. Este festival que decorre de 09 a 11 de Junho no Parque da Cidade do Porto apresenta artistas internacionais como Air e Sigur Rós, mas também nomes nacionais como os Linda Martini e Sensible Soccers. Para além da boa música, o evento – como em edições anteriores – promete dias recheados de momentos perfeitos para recordar. Parte da excelência deste festival deve-se à localização… ouvir um concerto por si só é bom, mas imagine fazê-lo ao pôr-do-sol num espaço amplo, verde e junto ao mar.

Fotografia de Hugo Lima - Festivais de Verão
Fotografia de Hugo Lima para NOS Primavera Sound

O que vestir nos Festivais de Verão

Para muitos festivaleiros o que vestir nos Festivais de Verão é irrelevante… E têm razão! O importante é desfrutar do momento. Mas ninguém quer ficar mal nas fotografias! Um dos mais recentes festivais internacionais, o Coachella, na Califórnia, prova que o que vestir nos Festivais de Verão é um tema muito recorrente: a H&M lançou uma coleção especial com o nome deste festival, a Vogue não parou de escrever artigos sobre os outfit de celebridades e vários foram os blogs e outras revistas que escreveram incansavelmente sobre o assunto. Por essa razão ficam algumas sugestões básicas para brilhar nos Festivais de Verão:

  • Mochila – Este ano estão na moda, por isso nada melhor do que aproveitar para ficar confortável e levar tudo aquilo que precisa numa mochila. Distribuir o peso pelo tronco em vez de suportar tudo num ombro só!
  • Ténis/Sapatilhas – Ou então uns botins (rasos). As sandálias podem não ser a melhor opção, saltos altos nem pensar.
  • Casaco de Cabedal – Apesar dos Festivais de Verão serem em meses – supostamente – quentes, prepare sempre um casaco que sirva de agasalho. O cabedal (ou imitação) é ideal para o caso de chuviscar.
  • Óculos de Sol – Se quiser ver algum concerto durante/ao final do dia.
  • Chapéu – Para além de estar na moda é muito útil em dias de sol, no caso de não estar um dia tão bonito pode optar por uma bandana ou uma fita.
  • Vestido, saias, calções ou calças depende do gosto pessoal e do festival em questão.
Fotografia de Hugo Lima - Festivais de Verão
Fotografia de Hugo Lima para NOS Primavera Sound

O importante é que se sinta bem e aproveite o momento, os Festivais de Verão são a altura perfeita para recordações memoráveis… Tente não ficar mal na fotografia! Ter um outfit perfeito é um bónus. 🙂