Os Santos Populares

Dizem que a vida são dois dias e o Carnaval são três. Então e os Santos Populares? São um mês inteiro!

Esta é uma tradição que se vive ao máximo por todo o país, com muitos comes e bebes, muita música, as tradicionais marchas, os martelinhos…tudo para que esta época seja uma autêntica diversão. E é claro, uma óptima oportunidade para tirar fotografias!

Viva o Sant’António!

Santos Populares - Lisboa

Falamos do Santo António e pensamos inevitavelmente nas festas de Lisboa. O Verão já dá o ar da sua graça e as ruas enchem-se de cor, música, muita animação e boa comida ( ai as sardinhas assadas que são uma perdição!). Os bairros estão em festa, com as canções populares que convidam a um pézinho de dança. Ou a dois ou três, que isto quando o arraial começa depois dura sempre até ás tantas! Do Castelo à Mouraria, passando por Alfama até ao Bairro Alto, são muitas as opções, mas a diversão é sempre igual!

DSC_0308

Santo António é muito venerado em Lisboa, e é visto como o padroeiro da cidade. Tanto que o ponto alto, no dia 12 de Junho, destas festas, conta sempre com os tradicionais casamentos de Santo António. E no fim do dia, com o tradicional desfile das Marchas Populares na Avenida da Liberdade.

A Tradição já remonta ao século XVIII, mas as marchas tal como as conhecemos hoje nasceram no ano de 1932.

Apesar de estar relativamente perto de Lisboa, só este ano fui assistir pela primeira vez ao vivo às Festas de Lisboa, em particular às marchas populares. E nunca tinha visto nada assim. Fiquei absolutamente rendida ao espírito que se vive nestes dias pelas ruas. A camaradagem, mas ao mesmo tempo a saudável rivalidade entre os bairros de Lisboa…os cheiros, as cores, a alegria das gentes, que estão sempre dispostos a sorrir para nós e a cantar. Lisboa é dos bairros e das suas gentes, e que continue sempre assim!

Santos Populares - Lisboa

Mas as festas de Lisboa não terminam no dia de Santo António! Duram todo o mês, com várias actividades para todos os gostos e que podes encontrar ver aqui.

Viva o São João!

Santo António está para Lisboa como o São João está para o Porto. Também aqui a cidade se veste de muita animação, bons petiscos, música e festa até às tantas!

Santos Populares - Sardinhas - imagem retirada do site pixabay.com

Não se sabe em que data ao certo teve início a festa do São João do Porto. Sabe-se apenas que no século XIV, já Fernão Lopes, cronista do reino, se terá deslocado ao Porto para preparar uma visita do Rei, e tendo chegado na véspera do São João, deixou escrito na Crónica que era um dia em que se fazia no Porto uma grande festa.

Certo é que na noite de 23 para 24 de Junho, as ruas do Porto enchem-se com multidões de gente, prontinhas para viver uma noite de folia, cheia de tradições: quem conhece o São João do Porto sabe que há martelinhos e alho-porro; o fogo de artificio, os balões de ar quente, os saltos sobre as fogueiras nos bairros mais tradicionais e os manjericos com versos populares. Diversão 100% garantida!

imagem retirada de https://pixabay.com/pt/s%C3%A3o-jo%C3%A3o-festa-junina-comemora%C3%A7%C3%A3o-831834/

Viva o São Pedro!

A última comemoração do mês fica a cargo do São Pedro. Mas nem por isso é menos animada!
Como sou Sintrense, puxo a brasa à minha sardinha claro está, e sugiro-vos que visitem as festas de São Pedro, na freguesia de São Pedro de Penaferrim, em Sintra! Mais uma oportunidade para comer umas boas sardinhas assadas ( bem sabemos que o preço está pela hora da morte, mas uma vez por ano sabe sempre bem!), saltar as fogueirinhas e até comprar um manjerico com uma quadra bem romântica para oferecer à sua cara-metade!

 

DSC_0339

Acima de tudo, nos Santos Populares, o importante é que se divirta! Que passe bons momentos. E que os registe! Seja irreverente. E não se esqueça: sorria para a fotografia! Um dia mais tarde vai adorar rever essas memórias fotográficas, e vai adorar ainda mais poder mostrar essas recordações às gerações futuras…aos filhos e aos netos, que vão ficar orgulhosos de ver que se divertiu tanto!

DSC_0530

Registe tudo, e não deixe que nada fique para trás, não deixe essas recordações, duma altura tão especial quanto a dos Santos Populares, guardadas no computador ou no telemóvel.

Dê-lhes a vida que elas representam. Já pensou na imensidão de opções daquilo que pode fazer com as suas fotografias? Então saia para a rua, dance muito e fotografe muito! Depois dê uma espreitadela na nossa colecção dos Santos Populares e dê cor a essas fotografias tão especiais! A nossa imaginação não tem limite! E os seus bons momentos também não!

Colecção Santos Populares Fotosport

“NAS BRUMAS DE SINTRA”

 Cristina conheceu a paixão pela fotografia quando lhe ofereceram a primeira máquina fotográfica analógica, aos 12 anos. Hoje vê o seu trabalho reconhecido, com a exposição “Nas Brumas de Sintra”, nos Paços do Concelho, até ao dia 29 de Fevereiro.

Cristina Menezes Alves mora em Sintra há cerca de 20 anos. Quem vive em Sintra ( eu incluída!) ouve sempre falar em tom depreciativo do clima desta zona. Como se diz na minha terra, é “o pão nosso de cada dia”!

Cristina Menezes Alves

“São os nevoeiros, os dias cinzentos…é um ‘drama’! O que pretendo com este Projecto é mostrar que podemos ver algo belo nestes dias mais cinzentos. Que o micro-clima de Sintra é algo extraordinariamente belo! Basta para tal olharmos para ele com outros olhos!”, conta-nos.

Castelo dos Mouros envolto em nevoeiro

Cristina procura retratar sempre fielmente aquilo que vê, já que nem todos olhamos, nem interpretamos as coisas da mesma forma.

“Os Fotógrafos certamente que me entenderão.Nem toda a gente sabe ‘ver’! Uma boa imagem é aquela que te faz ter algum tipo de reacção ou sentimento, seja ele qual for. Para mim a Fotografia é, e será sempre, uma constante evolução. Procuro sempre melhorar o que já fiz. Eu não sei tudo, tenho muito para aprender, tenho muito para melhorar. E esta constante aprendizagem fascina-me.”, explica.

As Brumas de Sintra

Projectos não lhe faltam. Seja aqui ou acolá, garante é que Sintra estará sempre na mira da sua máquina e que “as brumas de Sintra continuarão a não ter descanso!”.

E de tantas fotos captadas, será possível escolher a melhor?

“Eu tenho um carinho especial por todas elas. Esta selecção de Fotos revela momentos únicos, momentos que já não voltam. É difícil para mim escolher uma. Mas talvez aquela em que o Palácio da Pena parece estar dentro das muralhas do Castelo dos Mouros. Já tive pessoas a dizerem-me que é fotomontagem… Não é!”, afirma.
Sala 100x66,50cm

 

Não querendo puxar a brasa à minha sardinha ( e à da Cristina!), Sintra é de facto um paraíso para qualquer fotógrafo. Cada recanto, cada passo que damos, é como um livro aberto, repleto de pormenores fantásticos para preencher as páginas em branco!

“Todos os monumentos de Sintra são Lindos e excelentes Spots Fotográficos! Para conhecer Sintra precisa-se pelo menos de 8 dias e há sempre algo que vai escapar. Não só a Serra mas também toda a costa de Sintra e as suas praias que têm uma luz fantástica! Todos os Monumentos sob a tutela dos Parques de Sintra Monte da Lua estão extremamente arranjados e são um Paraíso. A Quinta da Regaleira é extraordinária e o Palácio de Seteais é algo de especial. Para os mais destemidos toda a zona da Serra de Sintra entre os Capuchos, Peninha e o Cabo da Roca. Resumindo, em Sintra para onde quer que se vá, há sempre algo para fotografar!”, descreve-nos Cristina.
As Brumas de Sintra

 

Por isso vá! Arrisque! Atreva-se a percorrer Sintra, ou qualquer outro local do nosso país! Folheie as páginas deste álbum gigante que é Portugal, e complete-o com os seus momentos, as suas fotografias. Todos aqueles passeios e paisagens de cortar a respiração. Todos os recantos que encontrar pelo caminho…

Preencha o seu álbum, coleccione recordações e momentos que mais tarde vai adorar relembrar! Registe gargalhadas, registe pensamentos, registe cada gesto. Porque cada gesto traz uma história. E nós somos feitos de histórias. E de fotografias que registam cada percurso traçado.

O percurso da Cristina pelas Brumas de Sintra está registado e pode vê-lo até dia 29 de Fevereiro, nos Paços do Concelho, em Sintra.

cartaz da exposicao brumas de sintra

E nós desvendamos aqui só um pouquinho daquilo que poderá ver. Todas as fotografias deste artigo são da autoria da Cristina, e deixa-nos, certamente, com vontade de conhecer ainda mais do seu trabalho!

E no fim da Exposição, nada termina!

“Pretendo continuar a dar  Workshops de Fotografia, transmitindo o pouco que sei a quem quer aprender, e em breve iniciarei passeios fotográficos pela zona“, revela por fim.

Uma bela ideia, para qualquer um de nós poder dar um belo passeio e aprender ao mesmo tempo!

Quem sabe o nosso blog não lhe vai fazer uma visitinha a um destes passeios. Para acrescentarmos mais umas páginas a este nosso álbum de recordações!